quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Receita Bolo de Chocolate Iresisitivel com Calda - Adeus Dieta

Hoje vamos a um assunto "proibido"  para quem está de dieta.

O irresistível bolo de chocolate....

bolo de chocolate com calda de limão


Se você está de dieta me desculpe :)

Seja um grandão, todo confeitado, ou um mais simples, bolo é bolo e não pode faltar em qualquer comemoração!

Peguei esta receita de bolo de chocolate com a minha mãe.

Ela fez muito este bolo quando eu era pequena e sempre adorei.

Apesar de estar avessa a doces durante a gravidez (pelo menos até agora), andava morrendo de vontade de comer um bom bolo de chocolate.

Não podia ser qualquer um, tinha que ser um que valesse a pena. Então, em pleno feriado de São Jorge aqui no Rio (23 de abril), lá fui eu para a cozinha.

Como rende muito, fiz meia receita.


Receita Bolo de chocolate para o sua Dieta acabar


Ontem, eu o fiz de novo para levar para a casa da minha sogra. Novamente, fiz meia receita (mas, abaixo, segue a receita inteira). Os resultados foram ligeiramente diferentes e depois explico por que.

:: Ingredientes da massa ::

  • 200 gramas de manteiga
  • 2 xícaras de açúcar
  • 1 xícara de chocolate em pó
  • 2 1/2 xícaras de farinha de trigo
  • 1 colher de sopa de fermento em pó
  • 1 xícara de leite com 1/2 limão espremido (para coalhar)
  • 1 pitada de sal
  • 1 pitada de bicarbonato de sódio
  • 5 gemas
  • 5 claras em neve

:: Ingredientes da calda de chocolate ::

  • 2 xícaras de leite
  • 1 e 1/2 colher de sopa de manteiga
  • 1 e 1/2 xícara de açúcar
  • 1 e 1/2 xícara de chocolate em pó de sua preferência
  • 1 pitada de sal

:: Modo de fazer o bolo de chocolate ::


Bata a manteiga com o açúcar até ficar um creme. Junte as gemas e continue batendo. Acrescente a farinha, o sal, o bicarbonato, o leite coalhado, o chocolate em pó e o fermento, e bata muito bem.

Por último, incorpore as claras em neve (sem bater – um batedor de claras, ou fouet, é o melhor utensílio para isso). Asse em forno médio por uns 40 minutos (dependendo do seu forno). Use uma forma grande pois este bolo cresce bem.

:: Modo de fazer a calda ::


Dissolva todos os ingredientes e leve ao fogo baixo, mexendo sempre até ferver e engrossar ligeiramente. Jogue esta calda bem quente em cima do bolo. Deixe esfriar e leve à geladeira.

Minhas observações sobre a receita

1 – Use SEMPRE leite de saquinho. Faz toda a diferença. O primeiro bolo fiz com leite longa vida e ele não talhou muito. Resultado: o bolo não ficou fofinho; ficou massudo. O de ontem eu fiz com leite de saco, comprado em padaria, e coalhou bem. O bolo ficou super macio!

Leite talhado com gotas de limão – veja nas laterais do copo como ele fica

2 – O bicarbonato também é importante, segundo minha mãe. Sem ele, o bolo não sai tão macio. Você encontra este ingrediente facilmente em farmácias ou lojas de produtos para boleiras. É baratinho.

3 – Achei que a calda original, com Nescau e açúcar, ficou muito doce e enjoativa. A de ontem eu fiz com chocolate em pó e ficou melhor.

4 – Como usar 2 ovos e meio para fazer meia receita? Simples. As claras eu usei 3 mesmo. No caso das gemas, tirei um pouquinho no olho.

5 – Nunca tente desinformar o bolo quente. Deixe-o ficar morno, desenforme e ponha em uma travessa que tenha a borda um pouco mais alta, já que vai ter um pouco de calda ao redor. Portanto, não use pratos muito rasos.

6 – Faça furinhos no bolo com um palito e jogue a calda bem quente. Assim, ela penetra melhor. Vá jogando aos poucos, tentando cobrir toda a superfície.

7 – Esse bolo pode ser consumido em temperatura ambiente, mas, fica bem mais gostoso geladinho. Acompanhado de chantily fica melhor ainda!

Gostou?

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Fazer compras em Buenos Aires não vale a pena



Na férias do ano passado fiz uma viagem a Argentina com a família.

Rodamos por algumas cidades e o destino final foi a charmosa Buenos Aires, e foi qua tudo bem....

Reservamos o que deveria ser nosso último dia em Buenos Aires*, uma quinta-feira, para fazer as compras tanto de lembranças para a família como de coisas para nós mesmos.

Fomos para as ruas Florida e Lavalle atrás das pechinchas, especialmente de roupas, que tanto nos tinham falado.

E não achamos. :(

Sinceramente, foi difícil encontrar ofertas que realmente valessem a pena.

Custamos a achar algumas peças que queríamos trazer, como um casaco para uma amiga e outro para mim.

A única compra relativamente fácil foi a do casaco de couro para o meu marido.

Seguimos a indicação de uma amiga e fomos atrás de um endereço: Lavalle 777, stand 38. Lá funciona a Alfercuer. Falamos diretamente com o dono, senhor Adolfo.

Obviamente, chorei um bocado até conseguirmos um senhor desconto. O proprietário pediu que, da próxima vez, o Jorge vá sozinho…kkkk

Para comprar lembrancinhas, o ideal é procurar lojinhas escondidas em pequenas galerias. Costumam ter um preço um pouco melhor. Porém não encontrei nenhuma bolsa de couro legitimo que me agrada-se.

E sempre – SEMPRE! – peça desconto. Insista, ressalte que está levando várias unidades (quando for o caso) e economize alguns pesos.

Um fato curiosos aconteceu com o doce de leite Patagonian Life, que segundo a Kátia Bonfadini é um dos mais deliciosos que existem. Tínhamos visto potes dele no i Fresh Market.

Como o lugar fica em Puerto Madero e é meio chique, deixamos para comprar no centro da cidade. Pois só encontramos o produto nas lojas Open 25 HS! e um pouco mais caro.

Apesar de termos deixado para fazer compras no último dia, já havíamos tentado encontrar coisas para a casa na terça-feira.

É que uma das paradas do ônibus turístico é perto do Buenos Aires Design, um shopping dedicado à decoração e que tem algumas lojas bem bacanas que eu tinha conhecido neste post da Bonfa.

ó que eu não tive sorte. :(

Não encontrei absolutamente nada diferente, principalmente roupas femininas, o suficiente para valer a pena trazer. Saí de lá frustradíssima!

Na próxima vez, vou fuçar um pouco mais as lojas. Tenho certeza que vou encontrar coisinhas diferentes e legais!

* Nossa volta estava marcada para as 12h10 da sexta-feira. Como o aeroporto fica distante, só daria tempo mesmo de acordar, tomar café, fechar a conta do apartamento hotel, comuns em Buenos Aires, e partir para Ezeiza.

Acabou que só deixamos Buenos Aires às 23h, mas isso é assunto para outro post.